segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

A AVIAÇÃO E O ÁLCOOL

A AVIAÇÃO E O ÁLCOOL

Já estamos na era da Aviação a álcool, mas este não é o caso, aqui é o Piloto movido a álcool, este é um dos perigos da aviação.

Álcool e avião não se misturam, não tem jeito, pois mesmo aquele que bebe e vai voar só no outro dia, corre o risco de ter problemas.

Nos Estados unidos foi feito um estudo onde 16% doa acidentes aéreos foram causados por pilotos com uma concentração de álcool acima de zero.

Mesmo em concentrações baixas, o álcool interfere no sono, fazendo com que o piloto tenha uma noite mal dormida e venha a ter problemas, mesmo horas após um último “trago”, fazendo com que o piloto tenha dificuldade de concentração, fadiga, dores de cabeça, etc...

Os efeitos diurético do álcool, fazem com que você levante a noite para ir ao banheiro, com isso diminuindo suas horas de sono, para que voar para regiões com diferenças de fuso horário... pior ainda!

Uma das coisas que compromete o piloto pela manhã é a sensação de que um simples movimento de cabeça tudo gira, fica com tontura, vertigem (vai beber assim lá em casa!!), ou seja, ressaca pura – pra dirigir é um problema, imagina voar!!

O álcool interfere também com a temperatura do corpo, quer dizer, compromete no geral, pois como muitos dizem – vou beber para dormir – sim ele relaxa a musculatura além de uma desidratação, por isso, fazer sucos “milagrosos”, tomar café forte, geralmente não é uma boa ideia, o ideal é beber muita água, se reidratar, mas o melhor de tudo é não beber se for voar no dia seguinte, pois as consequências podem ser ate perder o emprego e ai.... fica complicado.

Por isso muito juízo ao fazer “festinhas” regadas a muito álcool, seja cerveja, uísque, vinho, etc...
Melhor não dar “sopa pro azar”, seu anjo da guarda pode estar de ressaca também!

Muito juízo...

Bons Voos...